sábado, 24 de setembro de 2016

Como os dados são roubados pela internet

Um dos países com índices mais altos de pragas digitais e vírus, é sem sombra de dúvidas o Brasil, onde contar bancárias são rastreadas, dados, senhas e tantas outras coisas ilegais que acontecem no mundo digital, ficamos na frente até mesmo da Rússia, conhecida mundialmente pelos seus hackers e invasão na internet.
O meio que os hackers e ladrões mais usam para conseguir tirar vantagem é por meio de transferências bancárias, boletos, cartões de créditos cadastrados em lojas não seguras, além dos vírus que são instalados em nosso computador em um download ou troca de dados.

É preciso sempre muito cuidado com qualquer dado ou informação compartilhada na internet, pois é possível até que um cartão seja clonado.
Uma das formas mais comuns para se conseguir esse acesso a informações é o phishing, onde o criminoso constrói um site exatamente igual ao da instituição ou empresa online, onde ao acreditar que está no site correto, a pessoa faz o cadastro, compartilhando seus dados e informações. Essa estratégia funciona muito bem em sites de empresas bancárias que usam cartão de crédito ou outras formas de pagamento que exijam cadastro.
Algumas tecnologias como o uso de tokens tem sido muito úteis na hora do acesso ao site, pois só será aberto mediante a uma senha produzida instantaneamente para ser usada para aquele acesso, muito útil até na hora de Atualizar Boleto pela Internet.


Mediante a todo esse abuso e falta de segurança na internet, fique sempre atento aos sites em que você acessa, usando de todos os meios de segurança disponíveis na internet nos dias atuais para se munir contra possíveis fraudes e roubos das suas informações mais importantes.
Por isso, tenha sempre atenção, evite usar computadores de fonte desconhecida, use antivírus e caso tenha dúvidas, entre sempre em contato com o telefone correto da empresa.


Share: